Em quem nos espelhamos?

“Um tempo atrás, quando eu tinha 19 anos e começar a trabalhar e traçar o meu caminho até a escada corporativa, meu chefe me deu alguns conselhos valiosos para o próximo degrau: “Não pergunte a um homem que ganha 20.000 reais por ano como para fazer 100.000 reais” theminimalists.com

 

Eu concordei na hora, e ainda concordo, mas eu tenho melhor conselho: Não pergunte a um homem infeliz como se tornar feliz.

 

Muitas vezes nós imitamos alguém, sem perceber que nós realmente não queremos ser como eles. Nós olhamos para a pessoa com o trabalho altamente rentável ou a carreira de prestígio ou os bens materiais, e nós acreditamos que queremos o que eles têm, sem perceber que muitas dessas pessoas “invejáveis” são infelizes.

 

Em vez de imitar alguém por causa de suas realizações, então, parece mais prudente imitá-las pelo que elas são, aprender com a pessoa, não a sua fachada das chamadas conquistas. Não há nada de errado em ganhar muito dinheiro. Já o dinheiro não importa se você não está feliz com quem você se tornou no processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *